Adama – Telos I – Capítulo 15 – por Adama

Queridos irmãos! SOU ADAMA!

Vamos dar prosseguimento aos comentários do capítulo 15 do livro Um de Telos. Este capítulo é dedicado às sequoias.

Muitos se perguntam por que Deus Pai/Mãe fez um planeta tão diverso, por que tantas espécies de plantas, de animais, por quê, qual o sentido? Muitas têm a mesma função, mas por que tanta variedade? Deus Pai/Mãe na sua infinita sabedoria criou um ambiente em total equilíbrio, e este equilíbrio é dependente do clima, da posição dos rios, da posição do mar.

Cada vegetal deste planeta tem a sua função, tem a sua estrutura ligada a tudo que acontece ao planeta. Da mesma forma vocês foram criados com os mesmos elementos do planeta, caso contrário, vocês morreriam porque não teriam do que se alimentar. O alimento que Gaia, o planeta Terra, dá a todos os humanos é suficiente para mantê-los vivos e saudáveis, porque vêm da mesma estrutura do próprio planeta.

Aí o que acontece? Após a queda da consciência da civilização humana, a quebra da ligação com a Fonte traz também outras quebras de conexão, entre elas a conexão com a mãe Terra. O homem se acha superior a tudo, superior à Terra, superior aos animais e acha que pode fazer o que bem entende e o que acredita supostamente que seja para a sua evolução. E todo o processo de desequilíbrio do planeta começa a acontecer.

Então todo aquele equilíbrio criado por Deus Pai/Mãe para manter suas montanhas eretas, sem qualquer tipo de desmoronamento, para manter seus rios limpos sem nada que preencha o leito por onde passam fazendo com que transbordem, todo este equilíbrio foi quebrado. O lixo jogado nos seus mares matando os animais que ali existem e trazendo toda sorte de problemas para vocês mesmos; hoje vocês comem peixes contaminados totalmente pelos próprios lixos jogados nos oceanos.

Vocês criaram uma cadeia de autodestruição. Sim temos a consciência que tudo isto foi muito bem arquitetado, muito bem planejado, mas sempre observamos que vocês gostaram disso. Vocês sempre atacaram o planeta sem dó nem piedade. Muitos poderão responder: “Mas não tínhamos a consciência que temos hoje” Concordamos com isso também, mas é importante saber que suas almas sempre souberam o que era o planeta, que ele era um espírito vivo, um ser vivo. O que vocês acham que seria um orbe sem vida? Nada floresceria, nenhum alimento sairia das entranhas da Terra para alimentação humana, o ar ficaria sujo porque não haveria ventos, não haveria nada; seria um mundo totalmente inóspito para vocês humanos.

Então este sempre foi um ser vivo que deu tudo o que tinha para os humanos. E vocês desmatam, vocês matam os animais, em prol de um desenvolvimento que está lhes matando, não os evoluindo. O grito das sequoias é apenas uma parte do que o homem decide fazer pelo planeta. Destrói suas entranhas, contamina as suas águas, o ar, mas tudo caminha para a evolução. Alguns hoje acordaram para o problema, estão brigando pelo planeta. Parece que neste momento as almas se lembraram onde efetivamente viviam há milênios atrás,  estão procurando fazer a sua parte, mas infelizmente é como uma reação química, ela inicia e é muito difícil pará-la, quase impossível.

Então vocês vêm alimentando uma grande reação química que está trazendo os resultados nos dias de hoje. Não, Gaia não está vingativa. Gaia é puro Amor, não fosse ela já teria extinguido os humanos de sua superfície, porque o que vocês já fizeram com ela, ela não teria a menor razão para mantê-los vivos em seu corpo, mas ela os manteve e continua os alimentando, continua os nutrindo de todas as formas. E o que vocês devolvem? Mais desequilíbrio, mais depredação, mais degradação.

E o que o homem espera colher com isso tudo? Equilíbrio, a suposta evolução? Vocês já estão vendo os resultados. O que está acontecendo no seu planeta hoje é um conjunto de situações. São os resultados das reações que vocês provocaram, do desequilíbrio provocado, somado às mudanças do planeta para a ascensão. Sim, Gaia precisa ter energia para ascender. Ela é imensa e ela precisa de toda energia positiva possível para conseguir fazer a ascensão. E para isso ela precisa eliminar muita energia negativa, ir transmutando parte a parte.

Então, tudo isso vocês estão vivendo agora e viverão cada vez mais. Cada um colhendo aquilo que plantou. Cada um colhendo o próprio desleixo em relação ao planeta, o próprio desleixo em relação a tudo o que acontecia. Você pode afirmar: “Não, eu nunca cortei uma árvore”, mas o que você fez para evitar que outra fosse cortada? Talvez nada. Você se incomoda, fica indignado, mas o que você faz? Então, não olhem para os céus perguntando o porquê do que está acontecendo. Cada um colherá o seu quinhão, cada um colherá tudo aquilo que plantou; uns mais outros menos, porque as grandes decisões daqueles que governam este planeta, estes sim sabem exatamente o porquê que fizeram tudo isso, e terão a sua colheita.

Agora vocês que se deixaram levar, vocês que nunca fizeram nada, vocês que simplesmente acham um absurdo, mas não saem da poltrona para fazer nada, não agem, não tentam mudar nada, também colherão, porque a sua inércia ajudou a que tudo continuasse acontecendo. Você nada fez para parar. E não me responda que você não tinha consciência. A consciência é algo inato de suas almas. Eu diria que foi mais cômodo se deixar levar por tudo, viver o que eles lhes apresentavam, viver o suposto desenvolvimento, evolução, mas que trouxe vocês até onde? Trouxe vocês aos vícios, às drogas, à alimentação totalmente contaminada, às doenças, ao total desequilíbrio. Isto é evolução? Isto é efetivamente ter equilíbrio? É óbvio que não.

Então cada um de você colherá sim, nada passará em branco. Não é vingança, é retorno, é a Lei da Ação e Reação; não há como fugir dela, não há como dizer: “Não tenho nada com isso”. Todos têm, todos têm. Cada pó químico que você coloca na Terra para que suas plantações se tornem mais bonitas, maiores e mais rentáveis, você está plantando aí, e colherá cada grama do que você usou no solo de Gaia. Nada que está no solo de Gaia precisa de suplementos para que cresça. Se há contaminações e pragas, o próprio homem criou, elas não existiam, porque tudo havia em equilíbrio.

Então todos têm o que colher. Ninguém ficará impune. Digamos que aqueles que estão mudando seus hábitos e tendo a consciência de tudo o que causaram e do que não fizeram, estão no caminho certo, pois ajudarão no processo reverso, ajudarão a trazer a consciência aos demais. Não que isto simplesmente apague tudo o que vocês fizeram, porem será de grande valia, de grande ajuda para mudar as consciências, porque isto também precisa ser feito.

É como sempre falamos: Nunca ache que você é pouco para fazer algo. Se cada um fizer algo pelo bem, seja do que for, isto gera uma onda de Luz e de Amor que contamina outros, e isto com o passar do tempo só aumenta. Dê o primeiro passo e com certeza você verá o resultado.

Posts recentes

1 comentário em “Adama – Telos I – Capítulo 15 – por Adama”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Minha Experiência

Carrinho de compras