Arcanjo Miguel – Limpando A Caminhada

Queridos! EU SOU O ARCANJO MIGUEL!

Como temos dito, o momento é de muita introspecção. O momento é de olhar para dentro e não ter medo do que será visto. Inicio esta semana com vocês hoje, exatamente pedindo a cada um de vocês que olhem para dentro de vocês. O momento não é de julgamento, o momento não é de apontar o dedo para vocês mesmos; o momento é de efetivamente, limpar tudo que está aí dentro. Então eu diria que é como se fosse aquele armário velho, que vocês vão colocando tudo aquilo que por ora não serve mais, mas quem sabe um dia, dentro dele. E aquilo vai empilhando e que não tem nem mais condições de ser arrumado; está uma verdadeira bagunça.

Então, olhar para este armário e quase chorar por não saber por onde começar a arrumação, não adianta; também fazer como muitas vezes vocês costumam, jogar tudo no chão e ir arrumando pouco a pouco. Vou dizer para vocês que este armário é um armário especial. Não é um armário como vocês têm em suas vidas diárias, este armário nada mais é que a sua mente. Ele está armazenando ali: sentimentos, vivências, alegrias, tristezas, rancores, mágoas, raiva, ironia, perseguição, vingança, desprezo, discriminação, racismo… Eu ficaria aqui falando um monte de problemas, não é este o objetivo.

Então, eu diria para vocês, que as alegrias, os momentos de muita risada, os momentos de pura felicidade, estão perdidos aí dentro, vocês não conseguem achá-los para começar a arrumação. Eles são muito poucos, então não adianta querer começar por aí.

Então, como começar? Como já disse aqui inúmeras vezes, qualquer processo de limpeza, qualquer processo de mudança, tem que ser começado com o perdão. Esta palavra tão pequena, mas tão poderosa e que faz milagres nesta arrumação que vocês têm, nesta bagunça que vocês terão que arrumar.

Então, vou lhes orientar como iniciar esta arrumação. E não, não tentem fazer tudo num dia só; qualquer tipo de sentimento dentro de suas mentes tem que ser muito bem trabalhado, tem que ser muito bem analisado; porque senão, ele volta. Quando vocês pensarem que tiraram do armário, ele estará lá novamente imenso. Por quê? Porque vocês não o trataram adequadamente. Então, a visão que tenho deste armário é uma perfeita bagunça, são muitos sentimentos misturados; são muitos sentimentos armazenados. Muitos criaram poeira, criaram bolor, criaram teias de aranha de tão profundos, e tão no fundo deste armário estão. Então eu diria que esses ficarão para o final, não adianta querer limpar o fundo sem atacar a superfície, o que está mais externo.

O objetivo disto tudo hoje…, muitos estão pensando: “Mas ele já falou sobre isso, vai repetir de novo?” Então vou dizer algo a vocês: Muitos de vocês sim, já fizeram procedimento do perdão, mas há quanto tempo? E aí eu lhes pergunto, vocês nunca mais sentiram nada? Vocês têm sido apenas alegria, tem sido apenas gratidão, bons sentimentos? Posso lhes afirmar que não. Então o procedimento do perdão, é algo que eu diria para vocês que teria que ser feito quase que diariamente. Mas entendo que ele é complicado, pois muitos não podem ter tantos gastos.

Então vamos lá, vamos fazer um meio termo: uma vez por semana, façam o procedimento do perdão. Como é? Vocês terão a lembrança de como será. Então, digamos que vocês começaram hoje o procedimento do perdão, pediram perdão por tudo aquilo que vocês fizeram, pediram perdão por tudo aquilo que suas almas fizeram. “Ah não, espera aí, mas eu já pedi perdão pela minha alma!” Sim e você pediu profundamente, pediu com fé? Há quantos milênios a sua alma está aqui? Você acha que um simples pedido, vai limpar tudo? Doce ilusão sua. A sua alma cometeu muitos erros e a cada vez que você faz o procedimento, limpa um pedaço, não tudo, porque é muita coisa a ser limpa.

Então vamos lá, continuando. Então vocês pedem perdão por tudo que fizeram, contra o outro e contra vocês mesmos; porque vocês também cometem erros contra vocês. Sim e vou dizer que esta é a maior parte. Tudo de errado que vocês fizeram e que hoje vocês estão colhendo, quem fez? Foram vocês, foram suas almas. Então, perdoar tudo o que vocês fizeram, que a sua alma fez, é essencial. E a segunda parte é pedir perdão: pedir perdão àqueles que vocês machucaram de todas as formas; por todos os sentimentos que vocês usaram para magoar, ferir um irmão, uma outra alma.

Então, eu diria para vocês: Que esse simples gesto de perdoar e pedir perdão, uma vez por semana, qual será o resultado? Aquele armário que vocês estão apavorados por não saberem por onde começar, tenham a certeza que após cada procedimento deste, ele estará mais vazio, porque cada sentimento daquele foi perdoado ou foi pedido o perdão. E mais uma vez eu quero lembrar a vocês: vocês pedem perdão, e se o outro não lhe perdoar, problema nenhum. Se o seu pedido de perdão foi sincero, foi do fundo do seu coração, aconteceu o arrependimento, você aprendeu aquela lição, você entendeu que foi injusto ou que agiu de forma errada.

Então para você terá consequência. Aqueles sentimentos que você provocou contra o outro, serão eliminados cada um no seu tempo. Mas a pergunta permanece sem resposta, e se o outro não lhe perdoar? Problema do outro, ele ainda terá que ter uma longa caminhada para aprender a perdoar, não é problema seu. Da mesma forma, perdoe todos aqueles que lhe fizeram mal e aqueles sentimentos também irão embora. Agora é muito importante, deixar muito claro algo: muitos de vocês pegam, acendem a vela; “Ah, eu peço perdão e perdoo todos que me magoaram”, e encerrou o assunto. Porque a vela vai fazer todo o processo. Ah, lembrei, eu farei todo o processo, não? Eu irei lá, pedirei perdão um a um… Interessante, muito interessante. Porque não é nada disso que acontece, a minha ação no procedimento é exatamente, avaliar se o seu pedido de perdão e o seu perdão foram verdadeiros, foram do fundo do coração, foram fortes o bastante para provocar a limpeza de alguns cacarecos daquele armário.

Este é o meu papel. Eu não faço nada, apenas limpo o armário. Eu não perdoo ninguém. Eu não julgo, como que eu vou perdoar? Então, quando vocês fizerem tal procedimento, façam com amor, façam com arrependimento puro, com total entrega ao momento, caso contrário, aquele armário continuará cheio, nada acontecerá. E aí vem outra pergunta que está gritando agora, como saber se o armário esvaziou ou não? É fácil, muito fácil. Vocês quando perdoam alguém é porque este alguém lhe fez algo; não importa aqui, se você está com a razão ou não. Dentro de você, aquele alguém lhe magoou, lhe machucou, lhe feriu de alguma forma. Então se você olhar depois do procedimento, olhar para este alguém e não sentir nada, não sentir raiva, não mais sentir rancor, não sentir nada, ser até capaz de lhe dar um abraço sincero, você o perdoou. Tenha certeza que o armário se esvaziou naquele ponto, referente à esta pessoa.

Agora você perdoou, olha para a pessoa e aquilo tudo volta como um vulcão explodindo; o seu processo foi totalmente errado, porque você não conseguiu nada. Então não tem como ter dúvida se funcionou ou não. E o passado, o que sua alma fez? Muito bem, não tem como vocês saberem, porém o coração dirá. É como se um grande peso saísse dos seus corações. É aquele sentimento que vocês sabem que precisam perdoar, mas não sabem porquê, nem a quem. E ao fazerem o procedimento, aquilo parece que se esvai e vocês ficam leves. E isto com certeza, vocês sentirão.

Uma coisa importante também a ser dita: Eu disse, que vocês deveriam fazer a caminhada dos raios. E continuo afirmando a mesma coisa. Porque a caminhada é uma transmutação; se vocês com os procedimentos do perdão, forem limpando aquele armário, a transmutação terá pouco o que fazer, vocês não mais encontrarão quase nada no saco; porém, caso o saco esteja totalmente vazio, vocês estarão limpando tudo aquilo que vocês nem identificam e que fizeram durante o dia. Então, qual é o objetivo da Caminhada dos Raios? É mantê-los sempre limpos, é vocês terem ciência e consciência de todos os erros que cometeram naquele dia e o saco estará lá, com algumas coisinhas para serem transmutadas.

Então, vocês só têm a ganhar, nada a perder. E porque estamos insistindo tanto, nestes assuntos? Porque vocês estão aí, na Terceira Dimensão. Ninguém passa invisível à um dia, na Terceira Dimensão. A menos que vocês se isolem, dentro de uma natureza belíssima, um local maravilhoso, onde vocês só tivessem sentimentos bons; Ah, e sem ninguém ao lado para abalar a sua confiança e o seu equilíbrio. Então, algum de vocês pode afirmar que não se desequilibra com nada? Eu acredito que ninguém.

Então, é uma forma de deixá-los sempre o mais equilibrados e limpos possível. Então vocês estão fazendo o procedimento do perdão, uma vez por semana, limpando tudo que ficou para trás, limpando aquele armário, limpando a sujeira do passado. Agora, a transmutação acontece com a sujeira do dia, isto caso vocês já tenham terminado de limpar tudo. Mas posso afirmar a vocês, que fazendo os dois procedimentos, a transmutação será bem seletiva. Porque todos os mestres perceberão, que vocês estarão empenhados em se limpar do passado; então eles se preocuparão apenas com o dia. Não se esqueçam, que os mestres acompanham vocês e sabem exatamente o que aconteceu naquele dia.

Então, vou deixar claro aqui uma coisa: Não estou obrigando ninguém à nada, faz quem quer, faz aqueles que efetivamente estão preocupados, em se tornarem efetivamente almas de Quinta Dimensão. Porque mesmo aqueles, que têm dificuldades financeiras e que não podem comprar a vela pedida, eu diria que acenda a vela que for, a que você puder comprar, pode ser até uma pequenina. Agora se for feito com coração e com entrega, eu saberei o que fazer. Agora, não usem deste subterfúgio para serem descansados: “Ah, eu não consigo encontrar. E ele disse, que eu poderia fazer com qualquer uma!” Eu disse isso? Cuidado com o que vocês interpretam com as minhas palavras. Não ouçam aquilo que é conveniente a vocês.

Então eu saberei interpretar, caso a caso. E mais uma vez, eu digo isso a vocês: Não tentem nos enganar, porque vocês não estão nos enganando, estão enganando a vocês mesmos. Quem pode comprar, comprará o que é pedido, isto também é uma forma de consciência. Tenham muito cuidado com o que vocês interpretam, muito cuidado. E digo o seguinte: Não é para ficar perguntando aos outros, o que tem que ser feito. Se não entendeu, ouça o vídeo várias vezes, peça a minha ajuda; mas não fique perturbando os outros, com a sua dúvida. Aliás, não há porque ter dúvida.

Quem nunca fez o procedimento do perdão, ele estará informado neste vídeo. Então também não fique perguntando onde está. Estará informado. Eu não estou sendo rude com nenhum de vocês. Estou fazendo vocês aprenderem, a viverem por vocês mesmos. Vocês estão muito habituados a qualquer problema recorrer ao outro, vocês nunca são capazes de nada, vocês nunca conseguem nada. Por quê? Porque vocês acostumaram a sempre pedir ajuda do outro. Quem quer, corre atrás, quem quer procura aprender, para parar de pedir ajuda do outro.

Então não quero ninguém aqui perturbando o outro, perguntando o que fazer. Espero ter sido bastante claro. Sinceramente, eu não gostaria de dizer isso aqui, eu preferiria apenas dizer o que tem que ser dito e nada mais. Mas vocês insistem, não aprendem e continuam usando o outro. Quando será que vocês vão aprender? Quando? Quando o desespero chegar? Aí vocês se lembrarão que nós existimos? E eu direi para vocês, que já será um pouquinho tarde demais, porque temos estado ao seu lado todo tempo e você simplesmente nos ignora. Aí na hora do desespero, você vem pedir ajuda? É claro que lhe daremos ajuda, proporcional a sua fé, proporcional a sua caminhada. Apenas isso. Não nos culpe depois, se as coisas não derem certo.

Estamos sendo muito claros, todos nós. Se querem ajuda, peçam a nós. Enquanto vocês não acreditarem nisso, de que nós os ajudaremos, vocês continuarão nos deixando bastante longe, desprezando a nossa ajuda. Isto é o que vocês fazem. Então, não quero ninguém pedindo ajuda ao outro. Fui claro? Aprendam a quando não entender, pedir a nossa ajuda. Estamos dando tempo de vocês aprenderem isso, mas muitos infelizmente, continuam ignorando, continuam seguindo o mesmo caminho que sempre tiveram, de usar os outros como muleta, de nunca correr atrás de nada, sempre perguntar para o outro.

EU SOU O ARCANJO MIGUEL! Não estou aqui para agradar ninguém, nem para passar a mão na cabeça de vocês. Não é, nem nunca foi a minha missão. A minha missão é chamá-los à razão, é chamá-los à atenção; porque somente desta forma, vocês conseguem, algumas vezes, abrirem seus olhos.

Posts recentes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Minha Experiência

Carrinho de compras