Arcanjo Miguel – Os Adotados

Queridos! EU SOU O ARCANJO MIGUEL!

Muitos ansiosos, querendo saber o que será o próximo procedimento. Ah, meus irmãos, acalmem-se. Está muito longe ainda. Continuem fazendo este, se tratando, colocando os demais para serem tratados, estabelecendo as casas… Está tudo ótimo. Tudo continua.

Alguns continuam com o coraçãozinho apertado. Então acho que hoje eu vou falar de um assunto que vai agradar a todos. Não vou explicar ainda o porquê de eles não terem sido incluídos no procedimento. Eu acho que eu já dei uma parte, falando da linhagem sanguínea, mas talvez vocês entendam um pouco mais, no que vou falar hoje.

Hoje vou falar sobre os adotivos. Muitos querem saber o porquê? Por que eles entram em suas vidas de uma maneira, tão…? Muitas vezes inesperadas, muitas vezes esperada com muito amor, de “n” formas. “N” formas. Então vamos lá: vou falar sobre os adotivos ou adotados, não importa. O termo não é o mais importante.

Quando dois seres humanos, um homem e uma mulher, se unem… Muitas vezes desejar ter um filho, é um desejo de ambos, é um desejo de um só. Às vezes o filho vem; às vezes o filho não vem.

Vou voltar um pouco. Cada um de vocês, o homem e a mulher. Cada um de vocês traz em sua alma, muita coisa. Traz lições, traz ações, trazem sentimentos. Um monte de coisa. Trazem coisas certas, trazem coisas erradas. Não é o mérito aqui agora.

Tudo que vocês trazem tem consequência, e muitas vezes vocês têm que passar novamente pelas lições que não aprenderam no passado. Muitos de vocês chamam isso de Karma. Não gostamos de chamar assim. Gostamos de chamar de lições a serem aprendidas. Então cada um de vocês, o homem e a mulher vêm com uma carga de lições a serem aprendidas. Não vou aqui exemplificar quais lições. Não importa. Isso não é importante.

Quando vocês se unem, e muitas vezes até sem a vontade de procriar, mas vocês se unem para procriar, nasce um ser sanguíneo; que traz toda a carga de um e de outro. Aqueles escaninhos que eu expliquei na mensagem passada. Muito bem, este ser que veio de cada um de vocês, trouxe toda a linhagem de um, e a linhagem do outro. Trouxe o somatório das duas linhagens. E terá lições a serem aprendidas para melhorar cada vez mais o escaninho que ele herdou. Muito bem. Esses são seus filhos de sangue.

Agora vocês se unem e tentam procriar. Nada acontece; seja porque motivo for. Não vou entrar aqui em questão de motivo. Vocês não conseguem ter um filho. Vocês tentam, tentam de todas as formas, e não conseguem. Aí optam por pegar um ser, que também por “n” motivos, não vou entrar neste mérito também agora, não tem quem cuide dele. Não tem um pai, não tem uma mãe, ou não tem quem cuide dele.

Este momento de decisão, é um momento de uma explosão de amor imensurável. É o maior exemplo de um Amor Incondicional que vocês praticam na Terra. Porque é aquele amor que não foi criado durante 9 meses, não foi alimentado, não foi nutrido, durante esse tempo. É um amor que de repente brota, e ele vem com uma força, com uma força tão absurda, que é como se vocês passassem os nove meses em um dia.

Este amor cresce numa tal monta, que vocês não importam que não seja do seu sangue. A partir daquele dia, ele passa a ser. Porque sua alma, as suas almas, se ligarâo à dele para sempre, independente do sangue. Então qual a diferença do adotado para o procriado? A linhagem sanguínea. Essa é a única diferença. O adotado não traz aquele escaninho, somatório de vocês; ele traz o próprio somatório de quem o gerou. Porque alguém gerou essa criança. Então ele traz esse escaninho.

Então como é que tudo se organiza? É um encontro de almas; apenas isso. Um encontro de almas, onde o Amor Incondicional é o que impera, e muitas vezes esse amor é maior do que o amor daqueles que procriam. Vocês sabem disso, e vocês passam a criar este ser como se fosse seu; como ser tivesse saído de dentro de você. Aqueles nove meses que você não o gerou, se transformam em um único dia, tamanho, o tamanho do seu amor.

Não vou entrar aqui na questão de escolha: se é branco, preto, amarelo, grande, pequeno, bebê, eu não vou entrar nesse mérito. O mérito é que cada um que é escolhido, ou melhor, cada um que vem, que chega até você que escolheu adotar, é um ser que entrará em sua vida, para sempre. Ou pelo menos assim tem que ser; pois se você gerou todo esse amor, e o trouxe para perto, é para aceitá-lo do jeito que ele. Com o escaninho que ele vier. Não é pegar e depois jogar fora porque não gostou do que trouxe para casa. Também não vou falar disso aqui, não é o caso.

Então, este amor criado entre vocês é um encontro de almas; não um encontro de sangue. Por isso, eu não posso colocá-lo nesse procedimento, porque nesse procedimento, como eu expliquei, é um encontro de sangue; de tudo aquilo que vocês trouxeram do passado.

Eu já disse, vocês entenderão no próximo procedimento. Então eu não posso misturar com esses, porque esses não têm ligação com seu passado; eles têm ligação com seu presente, não com passado. Eles fazem parte da sua vida, nesse presente. “Ah, mas e se foi uma alma que já foi um parente meu no passado?” Sim, isso é possível. Não importa. Não importa, porque ele não chegou à você através do sangue. Ele chegou através da alma. É um encontro de almas. Seja por qual motivo o universo tenha planejado. Por lições a serem aprendidas, pelo motivo que for. Não importa. É um encontro de almas.

Então, eu espero que vocês tenham entendido, o porquê de eles não fazerem parte deste procedimento. Não é por falta de amor, pois volto a repetir, a adoção é o maior exemplo de Amor Incondicional que existe no planeta. Porque vocês ganham um presente, e simplesmente não sabem o que vem com o presente. Pode ser coisa boa, pode ser muito sofrimento, pode ser muita luta. Não importa. Vocês não sabem. Então é um Amor Incondicional, em que vocês simplesmente querem, e trazem este ser para viver no seio de sua família como se fosse seu.

Isto é ou não é incondicional? É claro que é. Volto a repetir. Eu não vou entrar no mérito de discutir, se fica, se não fica. Eu não vou entrar nesse mérito. Não é isso que eu estou falando hoje. Eu estou falando do Amor Incondicional, que é a adoção.

Então meus irmãos, acalmem seus corações. Eles não estão abandonados. Eles farão parte de um próximo procedimento. O segundo não será demorado como esse. Será único, uma única vez. Então o terceiro acontecerá logo a seguir, e os adotados estarão se fazendo presente; estarão incluídos. Como “n” outros que vocês já perguntaram. Sim, vocês ampliarão em muito a sua rede de conhecimento.

Então meus irmãos, acalmem seus corações, pois nós do Alto, tenham certeza, que quando uma criança é adotada, os Anjos se ajoelham e batem palmas. Pois eu repito: este é o maior exemplo do Amor Incondicional que existe no planeta. Esta emoção nas palavras não é minha meus irmãos, mas é da canalizadora, que sente as minhas palavras no corpo dela, e está chorando neste momento.

Então acreditem, eu não esqueci de ninguém. Todos serão tratados. Apenas neste primeiro, eu tive que tratar somente a linhagem.

Parabéns para vocês que adotam uma criança. Não estou dizendo com isto que os demais não merecem parabéns. Não, os demais procriam e são tão parabenizados e abençoados quanto quem adota, só que é diferente; é um amor que vem de si; é a propagação do amor do casal. Os adotados não; é um amor criado, alimentado e desejado. Um Amor Incondicional.

EU SOU O ARCANJO MIGUEL! Estou aqui sempre, pronto para ajudar a quem pedir a minha ajuda.

Posts recentes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Minha Experiência

Carrinho de compras