Encontro Maio de 2024 – Sananda

Queridos filhos e filhas! SOU SANANDA!

Não poderia deixar de continuar este assunto que está sendo colocado aqui, agora. Não sei se todos aqui, provavelmente não, leram minhas Cartas. Mas quem as leu, deve ter observado toda a caminhada que fiz. Toda a caminhada de desapego de tudo aquilo que vocês chamam de lar, de ter um canto para morar.

Não que eu esteja aqui, dizendo que ninguém precisa ter um canto para morar, porque a situação é bem diferente. Eu precisava caminhar. Eu precisava falar. Eu precisava andar pelos lugares. Então não poderia estar preso a um lugar específico. Mas existe um ponto, que vale a pena ser analisando por cada um.

Vocês costumam sempre nomear suas posses. Minha casa, meu carro, meus pertences. Realmente, eles estão sob a responsabilidade de vocês. Foram conquistados com o trabalho de vocês. Concordo, não tiro o mérito disso. Mas o que é importante é que cada um pense e veja é que nada é de vocês.

Pense o seguinte: Quando vocês perdem esta roupa física, o que acontece com os seus bens? Você leva alguma coisa? Não, você não leva nada. E muitas vezes, o que você deixa, causa tanto problema que era melhor que você não tivesse deixado nada. Então, eu diria que é preciso que se tenha a consciência. Você trabalhou, você conquistou um lugar para morar. Muito bem. Naquele momento, neste tempo, você é o responsável por aquele lugar, mas você não é o dono dele. Não há posses. Nada é de vocês.

Então, vamos levar um pouco ao que está acontecendo no planeta. Tantas inundações, levando tudo. Levando aquilo que não era de ninguém. “Ah, mas eu construí aquilo. Eu conquistei aquilo”. E por que você perdeu aquilo? Porque era necessário, na sua caminhada, perder. Era necessário, na sua caminhada, aprender a lidar com a perda do material.

Então, meus filhos e filhas, este é um ensinamento muito profundo que cada um de vocês precisa, eu diria, começar, porque a grande maioria não se atenta a isso. Continua preso as convenções. Ao ego. A sempre ter o melhor. O melhor para quem? Apenas para exibição, apenas para mostrar que tem o poder nas mãos? Isto não leva a nada.

Isto, enquanto caminho espiritual, é um caminho ruim. Porque a ganância e a exibição, nada trazem de bom. Não é preciso que cada um, viva de pé descalço no chão, que durma no chão, que more embaixo de algo. Eu não estou dizendo isso. O que é preciso é que cada um aceite, que construiu algo, que foi bom para si, foi bom para o Todo, mas que aquilo não é seu. Nada é de vocês. Vocês estão vivendo temporariamente naquele lugar.

Então é isso que é importante. Não se apeguem a nada. Vivam cada dia, com cada conquista. Sim, vibrem as conquistas. Mas saibam, que elas não lhes pertencem. Porque amanhã, se você se for, você não levou nada. Eu já disse uma vez isso e vou repetir: “Quem parte é a alma” E a alma leva o quê?” Ela leva os bons momentos, ela leva as lembranças, ela leva tudo o que ela construiu, sim, mentalmente, ela leva a vitória da conquista; ela leva os lugares que visitou; ela leva os amigos que teve. Isso a alma, leva.

Agora, quanto cada um de vocês está construindo isso? Ou está mais preocupado em exibição, em juntar, juntar? “Viver não. Não. Eu tenho que juntar. Eu não posso viver, porque amanhã pode me faltar”. E chega um dia que este medo vira escassez e realmente tudo falta. E você nada viveu. A sua alma levará o quê? Nada.

Então, é preciso que cada um de vocês reveja as suas vidas. Reveja o quanto vocês se fazem felizes a cada dia, presos a crenças, a dogmas, as próprias regras da sociedade que foram criadas por quem mesmo? Por aqueles que nunca quiseram que vocês fossem felizes. Eles criaram as regras. E vocês as cumprem, fielmente, porque é a sociedade. Mas a sociedade lhe dá o que comer? A sociedade paga as suas contas? A sociedade lhe faz feliz? Ou ela apenas lhe critica e lhe impõe regras?

Então se façam essa pergunta: “O que eu estou fazendo de bom para a minha alma?” Não, para este corpo e para esta mente que vocês têm hoje. Façam e busquem a alegria da alma. Porque amanhã, mesmo que vocês passem para a Quinta Dimensão neste corpo, a alma terá que estar evoluída. A alma não poderá estar presa à: minha casa, meu carro, minhas coisas. Isto não poderá estar na alma. Isso terá que estar como um doce passado a ser esquecido.

Então comecem ontem a esquecer as posses. E pensem nas posses da alma. O que a sua alma levará para a Quinta Dimensão. Realmente, físico, vocês não levarão nada. Mas a alma levará. E o que ela levará? Vícios, apegos. Não. Isso ela não poderá levar. Então, se você pretende ir para a Quinta Dimensão e levar seus vícios e seus apegos, infelizmente vou lhe dizer que você não vai chegar lá, não. Você está indo no caminho contrário.

É preciso que tudo seja largado. É preciso que vocês vivam. Sim. Vivam e sejam gratos por cada coisa que vocês têm, porque muitos não têm. Mas não é ser grato…”Ah, eu tenho que ser grato porque o meu amigo não tem nada”. Não. Você tem que ser grato porque você venceu, porque você conquistou, porque você conseguiu o que queria. Então seja grato. Se o seu amigo não conseguiu, não é problema seu. É a caminhada dele que está levando ele a isso.

Mais uma vez eu lembro: O que vocês estão levando nas suas almas? Quais alegrias vocês estão dando para as suas almas? O que vocês levarão para a Quinta Dimensão? O amor a quem? Amor aos familiares? Alguns, amor aos animais? Mas o amor não engloba só isso. É preciso que seja um amor incondicional, que você ame a tudo, até uma minhoca que rasteja na terra, porque ela perfura a terra para que você tenha o que comer.

Então, meus irmãos, meus filhos e filhas, olhem atentamente as suas caminhadas. Olhem para o que vocês estão deixando para as suas almas. Desapeguem do físico. Desapeguem de tudo aquilo que vocês não levarão. Apenas vivam. Sejam gratos por terem. Vivam bastante. Aproveitem bastante tudo o que vocês têm. Isto não é pecado e nem é errado. O que não pode é ter o apego. Achar que é seu, porque não é. Nada é de vocês. Nada. Somente a alma, porque nem a roupa que vocês estão vestindo agora nesta encarnação é de vocês, porque ela vai mudar para a Quinta Dimensão.

Então, o que é de vocês? Apenas a alma. E é com ela que vocês precisam estar preocupados. O que vocês estão fazendo por suas almas? Esqueçam o que existe na superfície do planeta, de bens materiais. Usem, aproveitem e vivam, enquanto puderem. Enquanto for permitido por suas caminhadas, porque alguns estão perdendo tudo. E por quê? Eu ficaria aqui uma tarde inteira explicando os porquês.

Muitos não entendem. Acham que Deus Pai/Mãe os está castigando. Ainda pensam assim. Muitos acham que não mereciam isso. “O que fiz para merecer isso?” Enquanto esta pergunta ecoar, nada melhorará. É preciso que se entenda que a caminhada não vem de agora. A caminhada é longa. E muitos aqui têm almas milenares; de muitos e muitos milênios. E vocês foram pessoas muito boazinhas todo o tempo, né? Todos foram bonzinhos. Ninguém matou ninguém, ninguém enforcou ninguém, ninguém machucou ninguém. Não. E muitos destruíram vilas, afogaram, destruíram tudo. Interessante alguma coisa se repetir hoje.

Tudo, meus filhos e filhas, é a caminhada de cada um. Tudo o que vocês plantam, vocês estão colhendo. E eu diria que o tempo está muito acelerado. Vocês estão plantando hoje e colhendo logo a seguir. Não é mais uma encarnação seguinte. Não é mais aquele tempo, “Ah, vou me redimir do carma”. Isto acabou. Porque o que vocês estão plantando agora, hoje, provavelmente amanhã já terá o retorno. Porque está tudo muito acelerado e a limpeza das almas precisa acontecer. Então cada uma está passando aquilo que é preciso passar, por mais que vocês não aceitem, por mais que vocês não entendam.
Agora, uma coisa que é muito importante, há rumores de que todo este, esta bagunça no clima é fruto daqueles que não aceitam a perda do planeta. Eu não vou negar isso. Posso dizer que eles estão aproveitando das situações para piorá-las. Não vou negar isso. Eles têm como fazer com que tudo fique mais grave do que já está. Agora, uma coisa que é importante, quanto mais vocês lerem isso e tiverem medo, mais vocês estão dando forças para eles. Porque é o medo que amplia a força que eles têm.

Então, a única forma de passar por tudo isso, seja o processo que for. Cada um está passando o que tem que passar e seja o processo que for, seja grato. Porque cada sofrimento, cada dor, posso garantir a vocês que é um pedaço de fardo imenso que sai da alma. Porque ali está o, como diria, o preço que vocês estão pagando por algo que fizeram lá atrás. E aí a conta fecha.

Então, sejam gratos. Muitos dirão: “Mas isto é muito difícil. Eu perdi tudo e vou ser grato?” Pois é. Este é que é o grande problema. Que vocês precisam ser gratos em qualquer situação. Porque cada uma delas é um trampolim para um salto quântico da sua alma. Quando vocês aprenderem isso, a agradecer cada sofrimento e cada dor, tenham a certeza, aí sim, vocês estarão cuidando de suas almas. Estarão ampliando a frequência de suas Almas.

Mas não é aquela gratidão sem graça. “Ah, tá. Eu sou grato”. Não. Tem que ser uma gratidão que venha lá do fundo da alma. Aquela gratidão de saber, “É eliminei mais um problema na minha caminhada.” E será isso, meus filhos e filhas, que com certeza levará vocês para a Quinta Dimensão.

Posts recentes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Minha Experiência

Carrinho de compras

Termo de Uso de Imagem de Foto Enviada para o Site anjoseluz.net

Este documento estabelece os termos e condições para o uso de imagens fotográficas enviadas para o site www.anjoseluz.net, operado pela empresa Anjos e Luz Terapias Holísticas. Ao enviar sua fotografia para o site www.anjoseluz.net, você concorda integralmente com os seguintes termos:

  1. Direitos Autorais e Propriedade Intelectual: 1.1. Você mantém todos os direitos autorais e de propriedade intelectual sobre as imagens fotográficas enviadas. 1.2. Ao enviar a imagem para o site www.anjoseluz.net, você concede à Anjos e Luz Terapias Holísticas uma licença não exclusiva, irrevogável, gratuita e mundial para utilizar, reproduzir, exibir e distribuir a imagem em conexão com o site www.anjoseluz.net e suas atividades relacionadas.

  2. Uso da Imagem: 2.1. A Anjos e Luz Terapias Holísticas poderá utilizar a imagem enviada para: a) Exibir em seu site, redes sociais e materiais promocionais.

  3. Garantias e Responsabilidades: 3.1. Você garante que possui todos os direitos necessários sobre a imagem enviada e que sua utilização pela Anjos e Luz Terapias Holísticas, conforme descrito neste documento, não viola quaisquer direitos de terceiros. 3.2. Você concorda em isentar a Anjos e Luz Terapias Holísticas de qualquer responsabilidade decorrente de qualquer reclamação de terceiros relacionada ao uso da imagem conforme permitido por estes termos.

  4. Consentimento de Uso de Imagem: 4.1. Ao enviar sua imagem para o site www.anjoseluz.net, você consente que sua imagem seja utilizada de acordo com os termos estabelecidos neste documento. 4.2. Você consente que sua imagem possa ser exibida publicamente e compartilhada em conexão com as atividades da Anjos e Luz Terapias Holísticas.

  5. Modificações nos Termos: 5.1. A Anjos e Luz Terapias Holísticas reserva-se o direito de modificar estes termos a qualquer momento, mediante aviso prévio razoável. O uso contínuo do site www.anjoseluz.net após tais modificações constitui aceitação dos termos revisados.

  6. Legislação Aplicável: 6.1. Estes termos serão regidos e interpretados de acordo com as leis do Brasil. Quaisquer disputas decorrentes destes termos serão submetidas à jurisdição exclusiva dos tribunais competentes no Brasil.

Ao enviar sua imagem para o site www.anjoseluz.net, você reconhece ter lido, compreendido e concordado com estes termos de uso de imagem. Se você não concorda com estes termos, por favor, não envie sua imagem para a Anjos e Luz Terapias Holísticas.