Maria – Equilíbrio, Amor e Doçura

Queridos filhos e filhas do planeta Terra! SOU MARIA!

Sempre, sempre, sempre, tenham o meu manto à mão. Cubram-se com ele, para aplacar o frio, para um momento de aconchego, para um momento de dor. Ele estará sempre pronto a lhe proteger e a lhe ajudar a seguir o caminho certo.

É importante vocês estarem sempre atentos, pois o ego é ardiloso. Ele finge perder o controle. Mas no fundo ele só espera uma brecha, para voltar a atuar. E como controlar esta força interna, tão poderosa? Apenas, tendo cuidado sempre, com o que pensa, com o que fala, como age. Sempre se perguntando, aquilo que você quer fazer será bom para você e para o Todo? Se a resposta for sim, você estará no caminho certo, caso contrário, não dê andamento a sua ideia.

É assim que age o ego, mostrando a você, que você é mais importante que os outros; que você não precisa pensar nos outros; que você pode sempre fazer o que quiser sem se importar com outros. Porque o ego quer a sua sobrevivência. Ele sempre quer fazer você vencer, não importa a que preço.

Então, estar atento ao ego, estar atento a tudo, é o grande caminho. Eu poderia até dizer que é o caminho mais indicado para a Quinta Dimensão, pois lá, não haverá ego, haverá sempre o Todo. Mas apesar de tudo, o que eu acabei de dizer, existe algo que é muito importante. Muitos fazem estes exercícios de atenção, mas muitas vezes exageram. Estão se tornando quase que lunáticos, para atingir este objetivo.

Então eu lhes digo, meus filhos e filhas, tudo tem um tempo, tudo é aprendizado. Livrar-se do ego, não é algo que se consiga, da noite para o dia. É algo que tem que ser trabalhado, sim, mas com calma, com paciência, com estratégia. Não com desespero. Não adianta vocês tentarem conseguir tudo num só momento. Isso pode trazer dor e desequilíbrio.

Busquem sempre seguir o caminho certo, mas não se exijam demais. Não se cobrem demais. Não se repreendam demais. Tudo no universo existe em equilíbrio. Vocês ainda estão na dualidade. Então, olhem sempre para a balança. Ela lhes mostrará o ponto do equilíbrio. Nem aqueles momentos de total desapego de tudo, nem aqueles momentos de total desequilíbrio.

Entendam, meus filhos e filhas, a caminhada precisa ter equilíbrio, precisa ter amor, precisa ter doçura. Rigidez, força demais, restrições ao máximo, não levarão vocês ao equilíbrio, porque vocês estarão indo contra as suas naturezas.

Ajam em todos os sentidos, com equilíbrio, com amor e com doçura. Não se esqueçam essas palavras. Equilíbrio, amor e doçura. Usem-nas em cada momento que se fizer necessário. E vocês perceberão que as coisas andarão mais facilmente e que os resultados serão intensos e proveitosos.

Usem o meu manto, sempre. Ele sempre lhes trará, estas 3 palavras: Equilíbrio, Amor e Doçura.

Posts recentes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Minha Experiência

Carrinho de compras