Sananda – As Dependências

Queridos filhos e filhas do planeta Terra! Sou SANANDA!

Mais uma vez, sou grato por estar aqui, sou grato por poder passar um pouco dos meus ensinamentos, passar um pouco de tudo que aprendi com Deus Pai/Mãe. Este sentimento de poder ensinar, de poder orientar, de poder desmistificar muita coisa, se traduz em muita alegria, em uma satisfação imensa, de ver que pela primeira vez, conscientemente, vocês entendem o que é, como pensa e quem é Deus Pai/Mãe.

Hoje quero falar para vocês de um assunto muito interessante: a dependência. Existem muitos tipos de dependência. Existe aquela dependência do outro, de supostamente você achar que ama tanto o outro, que depende dele para viver, não aceita jamais de forma alguma, perdê-lo. Então, lhe faço uma pergunta: “Você é dona de algo? Você é dona de alguma coisa sobre a face da terra? Ah, claro você irá me responder: “Que sim, você é dona dos seus bens materiais!” Realmente é? Esses seus bens lhe acompanham pela caminhada de alma? Então eu diria que você está usufruindo dos bens que você tem, mas que eles não são seus, nada é de vocês. Digamos que vocês adquirem o direito de usar, mas nada é de vocês.

Então, como sentir que é dono de algo? E o pior ainda, se achar dono de alguém? Então a dependência cria este sentimento de ser dono. Você se coloca tão pequeno, tão humilhado, tão sem valor, perante o outro, que acha que é dono dele. É aquele sentimento, que jamais o outro poderá lhe deixar, porque você depende dele. Não, eu diria que você não depende, eu diria que esta é a artimanha que você usa, para mantê-lo preso, para mantê-lo sob seu julgo, para mantê-lo sobre escravidão. Isto é tornar-se dependente. Não estou aqui citando dependências físicas, este é um outro assunto. Estou citando a dependência emocional, que vocês se colocam muitas vezes para aprisionar o outro. Então quem aprisiona é dono, se sente dono.

Então, gostaria que você repensasse a sua postura, pois a sua colheita não será nada fácil… Você pode até ter criticado alguns feitores ou alguns donos de fazendas, por escravizarem muitos negros, mas o que você faz não é diferente; e não importa a cor que você tenha. Você está agindo da mesma forma. Tornar-se dependente é aprisionar o outro, é fazer com que o outro jamais lhe deixe por pena, não por amor. Então comece a observar exatamente esta dependência, porque ela não é real. Na verdade, você está agindo como aquele dono de escravos e que tem aquele outro para o seu bel prazer, preso a você.

Volto a repetir: A sua colheita não será nada fácil, porque você será julgado pelos seus atos, não por Deus Pai/Mãe, não por mim, não por nenhum ser de luz; você mesmo se julgará no futuro, você mesmo pensará por quê agiu assim, e se arrependerá, ou não, dependerá da sua evolução. Para aqueles que agem desta forma, se acham altamente dependentes, inofensivos, coitadinhos, eu diria que façam mostrar a verdade do que vocês são, porque vocês não são nada disso. Vocês são exatamente o oposto; e lhes digo mais, aquele ou aquela, ao qual vocês aprisionam, um dia acordará e não terá pena alguma, em lhe abandonar. Porque compreenderá que você se tornou o seu algoz, não uma pessoa realmente que dependia por amor, porque isso não é amor, é qualquer sentimento, menos amor.

Outro tipo de dependência. Quando vocês se envolvem com algumas drogas. E não vou falar aqui apenas de drogas ilícitas, porque vocês têm muitas drogas circulando no seu meio, totalmente permitidas. Então, o que são as drogas? Qualquer coisa que tire a sua consciência, qualquer coisa que altere a sua consciência, é uma droga. Então vou explicar um pouco mais a fundo. Quando vocês alteram suas consciências, a proteção que vocês têm, dos Seres de Luz à sua volta, se afasta, pois você está fazendo algo contra você mesmo. Isto não é uma coisa boa de se fazer.

Ah, entendo, vocês gostam de sair da realidade para não encarar os problemas, ou para sentirem um pouco de prazer. Tudo efêmero. Porque quando o efeito da droga passa, vocês voltam ao mundo real e ele continua sendo a mesma coisa, nada mudou. No entanto, se vocês parassem de se drogar e tentassem resolver os problemas, tentassem encontrar as soluções, lhes garanto que chegaria o dia em que você não precisaria mais das drogas, porque você estaria em paz com você mesmo.

Então as drogas nada mais são do que uma fuga, a recusa em tratar os problemas, a recusa em querer ver a verdade. Mas, como eu estava dizendo? Vocês saem da consciência. E não, não venham me dizer que vocês continuam lúcidos. Isto é o que o seu ego quer dizer: que você é demais, você é poderoso. Então você se droga, bebe sem limites, mas o seu ego disse que você ainda está bem, que você ainda é responsável pelos seus atos. Interessante. E aí, caso vocês causem algum dano à algo ou alguém, vocês usam a droga como desculpa. Que grande ironia! Vocês se drogam e continuam admitindo que não perdem a lucidez, mas cometem um erro baseado nela, ela que passa a ser a culpada. Muito interessante esse ponto de vista de vocês.

Então mais a fundo vocês perdem sim a consciência, porque tudo aquilo que tira vocês do equilíbrio, não é mais vocês. Vocês simplesmente se abrem, se abrem para todas as energias negativas que estão à volta de vocês. E que vão adorar beber com vocês, vão adorar se drogar com vocês, vão adorar se prostituir com vocês. Porque eles estarão tão impregnados em vocês, que sentirão todo o seu prazer, sentirão tudo aquilo que você sentir; e digo mais, se vocês mantêm o vício, essas energias acoplam em você, porque elas sabem que ali está garantido o vício delas também. E aí, a sua vida começa a ser uma bola de neve de problemas, porque você só estará atraindo coisas negativas, eventos negativos. Aqueles seus Seres de Luz que ficam à sua volta, estão bem longe, tristes, somente observando o que está acontecendo, porque nada podem fazer. A decisão de perder a consciência é de vocês, não deles. Então eles não podem invadir o seu livre-arbítrio, você decidiu se drogar, você decidiu beber, você decidiu usar qualquer outro tipo de droga, que lhe tire a consciência. Então eles nada podem fazer, apenas se afastar, porque você passa a atrair todo tipo de energia negativa.

Então cada vez mais, os seus Mestres, Guias e Anjos se afastam de você, mas vocês acham interessante continuar no vício, porque é uma oportunidade de fazer amigos, é uma oportunidade de ter sempre alguém ao lado. Amigos? Que tipo de amigos? Ah, tão desequilibrados quanto você! Reconheço, são amigos de decadência, amigos de problemas. Porque é só isso que você irá conseguir mantendo o seu vício, em qualquer tipo de droga. Interessante como tudo isso foi trazido à este mundo, exatamente com este propósito. De uns anos para cá, muitos seres evoluídos chegaram à este planeta, para participarem de todo este processo que está acontecendo agora. E o que foi feito com esses jovens? Foi apresentado a eles, a cura rápida dos problemas: as drogas, as bebidas, todas as substâncias que vocês podem ingerir; exatamente para provocar neles, tudo que eu já falei aqui e eles perderem totalmente a capacidade, de se tornarem almas evoluídas e cumprirem a missão para qual foram designados.

Hoje, muitos não têm nem mais condições de serem chamados de seres evoluídos, tamanha é a dependência, tamanha é a falta de equilíbrio, que atingiram nos seus corpos. Acabou para eles. Realmente se deixaram envolver por tudo que os escuros apresentaram. Mas quem se deixou envolver? Ninguém é obrigado a nada. Vocês se deixam levar por prazeres efêmeros, por prazeres momentâneos; e está aí o mundo que vocês estão vivendo hoje, onde ninguém respeita ninguém, ninguém tem amor por ninguém, todos querem apenas o prazer no momento. E digo aqui todos os tipos de prazeres.

Ninguém se dá mais valor, ninguém mais se mantém equilibrado, porque o importante é estar numa rodinha bebendo, ou se drogando, ou as duas coisas. E aí vocês têm muitos amigos, principalmente aqueles amigos que você sustenta, porque o dia que você não tiver mais como sustentá-los, eles deixarão de ser seus amigos. Que tipo de amizade é essa? Mas vocês se darão conta disso tudo. Chegará o dia em que vocês perceberão o mal que fizeram. Só que infelizmente para alguns será tarde demais, não haverá mais como voltar ao prumo, não haverá mais como voltar ao equilíbrio. A caminhada para a Quinta acabou, não terá mais solução.

Para aqueles que ao ouvirem essas palavras decidirem mudar, eu diria que terão que fazer um trabalho bem profundo, para se limparem de tudo isso. Não será trabalho fácil e não garanto resultado, porque dependerá muito, do quão dependente dos vícios você está. E limpar toda a sua carcaça humana, também não será fácil, mas você pode tentar. Quem sabe se você tentar com muita vontade, se você tentar voltar ao equilíbrio com muito afinco, você não será recompensado, quem sabe.

E por último, vou falar da dependência espiritual, sim existe. Existem aquelas pessoas que ao acordar, já acionam todos os Seres de Luz que tem à sua volta, perguntando como será o dia, pedindo ajuda, sabendo que precisará deles o dia todo. Então cada passo que dá, pergunta o que fazer; e muitas vezes estas pessoas ouvem, mas garanto a vocês que não somos nós que respondemos.

Aprendam uma coisa muito profunda: Ser de Luz algum mostra um caminho, Ser de Luz algum mostra o que fazer, perante uma escolha. Nós podemos sim, apontar vários caminhos, e como Seres de Luz apontaremos caminhos positivos, que levarão ao mesmo ponto final. Mas quem escolherá o caminho, será vocês. Então entre esses caminhos, colocamos alguns mais fáceis e alguns mais difíceis, e vocês escolherão. Aí muitas vezes vocês falam: “Poxa, vocês me apresentaram um caminho dificílimo” Mas, quem escolheu? Foi você. Então não nos culpem, pelas escolhas que vocês fazem. E como que vocês escolhem? Com a mente vocês escolhem sempre; nunca com coração, nunca com amor, é sempre com a mente. Então provavelmente, escolherão sempre o caminho errado.

Então se tornem dependentes de nós, para tomar decisões nas suas vidas. As escolhas são de vocês. Se vocês nos pedem ajuda, mostramos vários caminhos, mas as escolhas são de vocês. Sempre. E quanto mais você se torna dependente nosso, mais nos afastamos, mais paramos de lhe dar escolhas; e você passa a perceber as escolhas do seu ego, não nossas. Para que você aprenda a viver, sem perguntar a nós o que fazer.

Da mesma forma podemos expandir este sentimento, para a dependência da opinião do outro. Vocês nada fazem sem perguntar ao outro o que acha. Mais uma vez, vou explicar: o outro tem a visão dele, ele não está em você, ele vai tomar a decisão que ele acha dentro da ótica dele que é a mais correta. Será que é a mais correta para a sua caminhada? Então, nunca pergunte ao outro o que ele acha, tome as suas próprias decisões, porque amanhã, se você seguir o que o outro falou e der errado, você irá jogar na cara dele, irá culpá-lo pelo que você está passando. Mas foi você quem pediu a opinião, e foi você que resolveu seguir a opinião que ele deu, mas você irá culpá-lo. As escolhas são de vocês. Ninguém dá uma escolha. Nenhum Ser de Luz diz o caminho a seguir. Podemos apontar vários caminhos dentro de um caminho global, mas nunca o caminho exato que você seguirá.

Então para finalizar, gostaria que vocês pensassem bastante a respeito de qualquer tipo de dependência. Existem muitas outras dependências: de jogos, de apostas, muitas outras. Todas, fuga da realidade, todas são uma tentativa frustrada de resolver os problemas. Então se livrem delas. Como? Vocês têm que encontrar o caminho. Mas posso dar uma pista. A primeira coisa que vocês têm que fazer para se livrarem de qualquer tipo de vício, é aumentar a caminhada espiritual, é se colocar sob ajuda dos seus Mestres, e principalmente, escutando e analisando, as escolhas que eles têm para vocês.

Posts recentes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Minha Experiência

Carrinho de compras