Sananda – As Mudanças Internas e Nosso Corpo

Queridos filhos e filhas do planeta Terra! SOU SANANDA!

Mais uma vez, mais uma vez, e nunca me cansarei de ser grato de poder estar aqui repassando os meus ensinamentos, tudo aquilo que é importante neste momento para cada um de vocês neste planeta. Minha missão neste planeta está chegando ao fim. Me considero extremamente grato por ter conseguido trazer todo este processo com tamanha vitória. Não se esqueçam: Jamais os abandonarei. A minha Centelha está no coração de cada um de vocês, estou sempre aonde vocês quiserem que eu esteja; estou no seu coração; estou ao seu lado; estou na sua mente; estou onde você quiser.

Por que digo que minha missão está chegando ao fim? Porque este planeta está praticamente limpo para que possa iniciar o caminho com todos os seus habitantes para a ascensão. Hoje ainda a grande maioria em seu planeta não se dá conta do que acontece à volta; não se dá conta da mudança que está acontecendo no interior de cada um. Este é um processo bastante complexo, pois a mudança interna é sempre muito complicada.

Mudar internamente requer se olhar de frente, requer se conhecer, requer reconhecer seus erros e acertos, suas mais íntimas vontades; aquilo tudo que foi abandonado ao longo do tempo em detrimento de outros, mas que está lá, guardado, empoeirado e que por uma estranha ação parece que se reascendeu, parece que voltou à tona. Então encarar tudo aquilo que foi esquecido, apagado, abandonado em função do outro, não é fácil; é triste, é profundo, é doído, e muitos estão sentindo essas dores.

Muitos conseguem ter a coragem de olhar de frente e perceber o quanto é raro; que não deveriam ter abandonado seus sonhos em detrimento de ninguém. Mas percebem que ainda há uma esperança e um tempo e estão começando a correr atrás dos seus sonhos, estão se colocando em primeiro lugar, porque entenderam que essa subserviência aos outros não trouxe a eles muita alegria, muita felicidade.

A mudança interna para cada um de vocês não é algo fácil. Eliminar hábitos, eliminar costumes altamente prejudiciais ao corpo e à mente não é fácil, e muitos interpretam da seguinte forma: “A minha vida é uma porcaria, então pelo menos eu tenho esta alegria”. Aí eu pergunto: Que alegria? A alegria da fuga, a alegria da ilusão, porque ao finalizar aquele momento de tão suposta alegria, de se iludir em relação ao mundo, os problemas continuam lá; eles não evaporam e nem somem por que você teve aquele momento de ilusão e de alegria, pelo contrário, normalmente tais momentos de ilusão e de alegria trazem prejuízos sérios aos seus corpos, e os problemas só aumentam.

Então de que vale fugir por um momento ilusório? De que vale? E muitos estão tendo esta consciência. Uma coisa que nunca tinha sido pensada anteriormente, e começam a se perguntar: “O que fiz da minha vida? O que fiz com o meu corpo?” Muitos interpretam seus corpos como algo sem importância, algo que podem machucar, contaminar, envenenar, desequilibrar, sem prejuízo algum. Sem pensar que é este corpo que lhes dá a vida, que lhes dá a oportunidade de estar vivo hoje.

Então percebam que muitos de vocês hoje têm esta consciência e têm procurado mudar, têm procurado olhar mais para os seus corpos de uma forma mais carinhosa, mais amável, percebendo que quando excedem em algo, o corpo já não aceita mais, porque ele também está cansado de tanta coisa errada que vocês fizeram com ele. Mas muitos não se apercebem e continuam mantendo os mesmos hábitos, e posso garantir que o resultado não será nada bom.

Ir para a Quinta Dimensão não é só a consciência, não é só pensar que é Luz o tempo todo. Ir e estar na Quinta Dimensão é um total equilíbrio: mente e corpo. Então de que adianta você meditar, falar coisas bonitas, orar 24 horas, e ao mesmo tempo que faz isso ingere tudo aquilo que gera o desequilíbrio em seu corpo. De que adianta? Eu diria que você está dando um passo para a frente e 2 para trás, porque tudo aquilo que contamina, tudo aquilo que desequilibra, é muito maior e mais poderoso do que aquilo que coloca para o alto.

Cada boa decisão, cada momento de Luz, vamos colocar como corresponde a um quantum de energia; agora cada grande deslize, cada ataque, pode corresponder a vários quantuns de energia negativos. Então a caminhada não está sendo para a frente, vocês pensam que estão andando para a frente. Vocês estão andando para trás, porque a cada desequilíbrio, a cada excesso, o recuo é imenso.

Meus irmãos, fácil não é. Todos nós sabemos que não é fácil. Abrir mão de hábitos, costumes, vícios, não é fácil; mas vocês podem se unir aos seus corpos. Hoje é como se vocês fossem inimigos; a mente quer algo, o corpo quer o contrário. Então vocês estão numa eterna briga, numa eterna discussão e desarmonia. Então por que não unir os esforços, por que não ajudarem-se um ao outro? Como fazer isso? É simples: peça o seu corpo que lhe mostre claramente como você deve se comportar em relação a ele.

Entendam o seguinte: não é o que vocês comem que desequilibra o corpo, é a quantidade do que vocês comem. Este corpo, que vocês têm hoje, está tão acostumado as porcarias que vocês comem que ele também sente falta. Então não é o caso do corpo proibir vocês de comer tudo, por que ele faliria. Então é o caso de vocês entrarem em harmonia. Então faça um acordo com os seus corpos: “Quando estiver em excesso para você, me mostre e eu paro”. E vocês poderão comer o que sempre comeram mas em quantidades que não desequilibrará o corpo de vocês.

É claro que não vou negar que quanto mais vocês se afastarem dos alimentos que não lhes fazem bem, mais o corpo vai gostar, mas não é tirando tudo de uma vez só que vocês vão conseguir. Então caminhem, lado a lado, com o corpo. Não sejam inimigos um do outro. “Eu vou comer e pronto. Você que se dane!” Não, não é assim, porque você está agredindo ao seu corpo e está voltando muito naquela sua caminhada. Então se unam. Façam um pacto, um acordo. Tudo aquilo que estiver em excesso o corpo lhe mostrará. Ah, como ele fará isso? Cada um é cada um, e o corpo tem os meios de fazer isso.

Comer moderadamente, beber moderadamente, não bebidas alcoólicas, porque isto é inviável. Tudo aquilo que é processado e que contenha álcool, é um veneno para o corpo de vocês, mas vocês não estão proibidos de tomar, e garanto a vocês que vocês vão diminuindo a quantidade, pouco a pouco, e que chegará o dia que vocês não sentirão mais necessidade de tomar.

Então façam um trabalho gradativo. Não é 8 nem 80. Não é comer tudo o que tem vontade, nem deixar de comer tudo. É um acordo com os seus corpos, porque à medida que os seus corpos vão se tornando mais e mais cristalinos, eles vão perdendo aquela necessidade que hoje têm. E vocês irão diminuindo esses hábitos pouco a pouco. Não é deixar, proibir, é comer com equilíbrio.

Então façam este acordo com o corpo. Digam, num momento de interiorização: “Meu corpo estamos juntos nesta jornada para a ascensão. Então me mostre cada vez que ultrapassar aquilo que for ruim para você”. Pronto. Simples assim. E vocês verão e perceberão que o corpo permitirá que vocês comam muita coisa com equilíbrio, em quantidades menores; mas vocês poderão comer. E essas quantidades irão diminuindo ao longo do tempo e chegará o momento em que foi tão fácil eliminar aquele hábito que vocês nem sentirão falta.

Tudo é questão de equilíbrio. Tudo é questão de saber a quantidade que vocês deverão comer. E volto a repetir: Isto também faz parte dessa mudança interna que vocês estão passando. Seus corpos estão mudando. Na Quinta Dimensão vocês não terão, posso até afirmar que vocês terão muito pouco do que têm hoje, porque tudo será natural, tudo virá da natureza. Nada processado, nada com conservantes, nada com substâncias para melhorar o sabor. Tudo será direto da natureza, porque a natureza sabe o que é necessário aos seus corpos. Vocês vieram de Gaia e Gaia lhes dá exatamente o que vocês precisam.

Então comecem a fazer esse acordo com os seus corpos. Isto também é parte da ascensão. Aqueles que acham que isto é bobagem, que basta apenas cuidar da mente e do espírito, eu deixo um aviso: Vocês não vão para a Quinta Dimensão como almas, vocês vão neste corpo que está aí. Agora para que vocês passem com este corpo, ele precisa estar saudável, precisa estar equilibrado, precisa estar pronto, para a Quinta Dimensão.

Experimentem fazer este acordo, e vocês verão, pouco a pouco, como se tornará fácil comer de tudo um pouco, sem exagero, e mantendo os seus corpos equilibrados dentro da frequência para a Quinta Dimensão.

Posts recentes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Minha Experiência

Carrinho de compras