Maria – Vocês Estão no Caminho Certo?

Queridos filhos e filhas do planeta Terra! SOU MARIA!

Venho aqui hoje, mais uma vez, trazer todo o meu amor, todo o meu colo para abraçar cada um de vocês. Entendam meus filhos, qualquer mudança é complicada, situações inesperadas acontecem, problemas sérios acontecem, mas também muita coisa nova vem para a vida de vocês. O planeta está mudando aceleradamente, a cada dia Gaia se aproxima mais da Quinta Dimensão, e a cada passo que o planeta dá, esta caminhada se torna mais rápida.

É preciso meus filhos, que vocês tenham muito amor no coração, que vocês tenham muita paz, que vocês executem, vivam tudo aquilo que vocês já aprenderam. No momento do desespero, não esqueçam de nos chamar, não esqueçam de pedir a nossa ajuda. Nada podemos fazer sem que vocês nos peçam. É claro que cada um de vocês tem uma caminhada, e esta caminhada é diariamente, a cada hora, a cada minuto, a cada segundo, acompanhada pelos seus Mestres e seus anjos.

Aos anjos competem limpar o caminho à frente, para que aquela caminhada seja cumprida, para que coisas inesperadas tirem vocês do caminho. Mas isto também depende da vibração de vocês. Se vocês vibram baixo, se vocês se afastam das energias positivas, os anjos também se afastam. E aí coisas que não eram previstas na sua caminhada, acontecem, porque vocês as atraíram, e aí nada, nenhum de nós podemos alterar isto.

A proteção plena, a proteção completa, acontece quando vocês vibram alto, quando vocês estão seguindo um caminho correto ou pelo menos, fazendo muita força para se manterem neste caminho. Aí todas as proteções, todas as ajudas, todas as intuições são dadas para que vocês mantenham o caminho da evolução. O que vocês não podem esquecer é que o mundo não gira em torno de vocês. O seu planeta, a sua atmosfera, o seu meio é produto de todos. Então mesmo que você ande corretamente, vibre alto, faça tudo o que lhe ensinamos, o meio está aí totalmente incompatível com a sua energia; porque o meio não vibra alto, porque a grande maioria dos habitantes deste planeta vibram apenas medo, medo, medo. Então, como que vocês conseguem se manter ainda íntegros, com a vibração alta, se o meio, se aqueles que estão à sua volta vibram medo? Simplesmente não vibrem junto com eles, ouçam o que eles dizem, mas não escutem.

Simplesmente não metabolize o que foi dito, não sofra pelo acontecimento. Cada um neste planeta está colhendo neste momento, aquilo que é necessário para a sua evolução. Dentro da sua ótica, do seu conceito, você vê um irmão sofrendo e você acha aquilo um absurdo. Muito bem. Você sabe qual é a caminhada daquele irmão? Você sabe por que ele está passando por aquilo? Então quando você pensa que é um absurdo, você está julgando Deus, porque está permitindo que ele sofra algo que não merecia. Então este primeiro julgamento é contra Deus Pai/Mãe. Então não tenham este pensamento, ao verem um irmão sofrendo, simplesmente se o seu coração ficar tocado pelo sofrimento dele, envie luz; e que ele encontre o caminho para aprender aquela lição. É isto que vocês têm que fazer, não sofrer com ele, não sofrer por ele, apenas enviar luz e desejem que ele encontre o caminho, que ele aprenda a lição.

Muitos irmãos estão passando necessidades neste momento, devido à todo este contexto do seu planeta. Deixar um irmão com fome, isto não é lição. Pode ser uma lição para todos; dar o que comer para um irmão, não é tirá-lo da lição. Porque Deus Pai/Mãe não quer que seus filhos morram de fome. Este é um ponto delicado. Agora se vocês se compadecem de um irmão que passa fome, deem de comer, não julguem porque ele está naquela situação; deem o que comer. Este tipo de lição envolve outro sentimento, a solidariedade, que vocês também têm que praticar. Muitos têm tanto na mesa, que não dão valor ao que têm; desperdiçam, jogam fora, enquanto tantos passam fome. Então aprendam a dar valor a cada prato que vocês comem. Comprem o necessário para que não desperdicem, não joguem fora. Lembre-se, isto também é uma lição.

Então o momento é de aprendizado para todos, é necessário que se faça uma reflexão do que é lição e do que é solidariedade. Lembrem-se, ver um irmão como um irmão, não é fácil para vocês. Vocês foram ensinados a olhar apenas aqueles que vocês gostam, aqueles que são da sua família, dos seus amigos, dos seus colegas, o resto não importa, não significa nada para vocês. Onde o sentimento deveria ser exatamente o contrário, seria olhar cada um que vocês cruzam na rua a qualquer hora do dia, como um irmão, como um igual a você. Não importa se você é pobre ou rico, ou ele é rico ou pobre, ele é tão filho de Deus quanto você. Então por que achar que ali não há ninguém, que aquele que passou ao seu lado não é ninguém? Ele é um irmão.

Aprendam a olhar as pessoas com amor. Não com repulsa, não com inveja, não com ódio, não importa o que aquele irmão fez ou faz, vocês não podem julgá-lo. Se Deus Pai/Mãe não julga ninguém, por que vocês querem ser juízes? A caminhada daqui para frente terá que ser esta, porque somente assim, vocês vão encontrar, pouco a pouco, o

caminho do amor incondicional. Não há outra forma, não pensem que apenas falar: Eu amo incondicionalmente”, é o bastante. Porque nenhum de vocês ainda alcançou esta qualidade. Vocês ainda olham o outro com desdém, com nojo. Isto é amor incondicional? Não, não é. Então olhem para o outro com respeito, isto é amar incondicionalmente.

Não estamos pedindo aqui, que vocês simplesmente passem a abraçar, a beijar todos que encontram pela rua, isto seria um tanto ridículo, porque seria falso, seria grotesco.

Apenas o que pedimos é respeito. Se vocês respeitam o próximo, esta também é uma forma de amor; porque vocês estão vendo ali, outro ser humano. Não importa o que ele fez ou faz, você o respeita. E este é o primeiro sentimento que desencadeia o amor incondicional. Nós amamos vocês incondicionalmente e respeitamos suas escolhas, suas decisões; não as criticamos e não forçamos nada.

Este é o sentimento: o respeito; ninguém é melhor que ninguém. Não é porque você tem um pouco mais de riqueza, que aquele que dorme na rua não é nada. Amanhã se vocês dois morrerem, apodrecerão igualmente os seus corpos, não há diferença. Porque para Deus Pai/Mãe, todos são filhos dele. Essa roupagem física, de ninguém é diferente quando morre. Então em que vocês são superiores? Só porque têm uma vida fácil, podem pisar nos outros? E você que não tem nada, julga, despreza, condena, rotula aqueles que têm mais que você. Por quê? Você sabe da sua caminhada, o porquê de você estar passando tanta necessidade? Porque julgar aquele que conseguiu ter um pouco mais, com trabalho, com luta, com estudo. E principalmente porque a caminhada de alma dele, permitiu isso. Então não julgue o outro, faça por onde melhorar a sua vida. Não se espelhe na vida do outro, as chances são dadas à todos, mas vocês têm que acreditar.

Vocês têm que parar de julgar aqueles que têm um pouco mais. Porque enquanto vocês fazem isso, as suas vidas continuaram medíocres como são hoje, nada mudará. Porque você não concentra a sua energia na sua evolução, você concentra em observar a vida dos outros, e criticar e acusar. Então nada você ganhará. Então percebam meus irmãos, que a caminhada tem que ser de cada um de vocês. Não se comparem, não invejem, não critiquem a vida do outro. Cada um está colhendo nesta vida, o resultado da caminhada da alma, mas muitas vezes, o resultado da própria caminhada desta vida. Ninguém é culpado, o único culpado é você mesmo.

Este é o momento de cada um olhar para dentro, de cada um fazer o “mea culpa”, de cada um procurar encontrar as lições que tem que aprender. Se fazer a cada minuto a pergunta: “Onde preciso melhorar, onde eu tenho que mudar?” E começar a trilhar um novo caminho, esquecendo quem está à volta, esquecendo a vida do outro. A vida é sua, quem está vivendo é você, não o outro. Vocês podem sim, ser companheiros; como família, ajudar, mas isto não pode fazer parte da sua caminhada, porque a sua caminhada é sua; os seus erros, as suas lições são suas, ninguém tem nada a ver com isso. Então não jogue para cima dos outros, a revolta das suas lições, porque isto também você colherá.

Mais uma vez, estou aqui pedindo a vocês, se observem, olhem para dentro de vocês. Este é o momento. Vocês querem evoluir? Todos respondem que sim, mas muitos não querem fazer esforço algum, querem continuar repetindo os mesmos erros. Sendo intransigente, mantendo os mesmos hábitos e defeitos, que sabe que são errados para a Quinta Dimensão, mas querem evoluir. Então lhes digo: que a sua caminhada não está evoluindo. É como se você estivesse correndo numa máquina onde não sai do lugar; você corre, corre, corre e não sai do lugar. Porque você em nada quer mudar, você não quer abrir mão de nada, você não quer se afastar de nada, você não quer perder hábitos ruins. Então que caminhada para a Quinta Dimensão você está fazendo? Eu respondo: nenhuma. Você está só se enganando.

Aí lá na frente, quando os primeiros começarem a ir, e você perceber que não foi; aí você se revoltará contra Deus Pai/Mãe. “Mas eu esperei tanto por isso!” Sim, e o que você fez para isso? Olhe para trás e veja o que você tem feito para evoluir? Isto não é uma brincadeira. Este não é o momento em que vocês terão o famoso jeitinho e conseguirão evoluir. Não há jeitinho, existe uma frequência. Se vocês forem compatíveis com ela, vocês ascenderão; se não forem, não ascenderão. Não haverá choro, não haverá desespero, não haverá jeitinho para chegar lá. Vocês estão acostumados a sempre achar que na hora “h”, daremos uma forcinha. Não, não daremos nada. Porque estamos avisando a vocês há muito tempo, estamos colocando para vocês as verdades há muito tempo. E muitos continuam se enganando, muitos continuam achando que estão no caminho, mas no fundo sabem que não estão.

Sejam verdadeiros. Parem com brincadeira. Olhem para dentro de vocês enquanto ainda há tempo. Daqui a pouco não haverá mais tempo, vocês até poderão se modificar, mas o tempo será curto para limpar tudo que está aí dentro. Então olhem para dentro. Peçam a nossa ajuda para que vocês vejam onde precisam mudar, o que precisam melhorar. E nós ajudaremos com muito amor. Porque isto sim, é uma atitude de quem quer evoluir, assumir os seus erros, assumir que está andando para trás, não para frente. E nós teremos muito amor em mostrar o caminho correto que vocês terão que seguir.

Posts recentes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Minha Experiência

Carrinho de compras