Saint Germain – Se Cubram com Minha Luz Violeta

Queridos irmãos do planeta Terra! SOU SAINT GERMAIN!

Meu trabalho neste planeta nos últimos tempos tem sido intenso e contínuo, mas em nenhum momento eu me sinto cansado ou aborrecido, pelo contrário, sou grato a Deus Pai/Mãe por tamanha missão; por ter a missão de com o meu Raio Violeta, transmutar toda essa energia negativa em Amor e Luz. Meu coração sempre está radiante, a cada momento eu me sinto mais vitorioso, mas não com o sentido da vitória como vocês conhecem de vencer o outro; não, a minha alegria é a vitória da Luz, a vitória do Amor, a vitória da Paz.

Muitos não compreendem o nosso trabalho, muitos não acreditam que fazemos nada. Porque cada mundo particular, que é a vida de cada um de vocês, tem os seus obstáculos, os seus reveses, muitos problemas. Os mais céticos diriam que não veem nada, que veem cada vez mais o mundo mais violento, mais triste e menos amoroso; que se estamos fazendo alguma coisa, estamos fazendo errado porque nada melhora.

É preciso que cada consciência humana aceite a realidade. Vocês estão colhendo o que plantaram e ainda vão colher muito mais. É preciso que o ser humano acredite e aprenda, que não existe castigo, existe consequências de cada escolha feita. E que não basta fazer o errado e pedir desculpas, é preciso que o erro seja compreendido, seja aprendido e que as desculpas sejam sinceras. Somente assim é bem provável que este erro não se repita mais. Mas o que acontece é que vocês fazem tudo na superfície, vocês não fazem com o coração.

Então aquele pedido de desculpas é superficial e o foco da sua desculpa, percebe isso. E algum dia mais lá na frente, é bem provável que você repita o mesmo erro e o foco do problema, se voltará com muito mais força, porque já será a segunda vez que você comete o mesmo erro. A questão aqui não é apontar o dedo e dizer que você errou. A questão é que você não entendeu o erro que cometeu, você não aceitou que errou. Então você acha que uma simples frase, um pedido superficial de desculpas é bastante para corrigir tudo.

A correção não é no outro, a correção tem que acontecer em você. Porque quando ela acontece em você e você realmente pede desculpas, o outro sente que aquele pedido veio do coração, foi um pedido sincero e o problema muitas vezes se encerra ali. Porque também tem o lado do outro, de ser capaz de entender o seu arrependimento ou não. Mas você fez a sua parte, talvez ele tenha mais um longo caminho para aprender a parte dele.

Então o seu mundo não está piorando, eu diria que os véus estão sendo rasgados. Havia muitos véus espalhados à sua frente, para que você vivesse um mundo de ilusão, um mundo do faz de conta. “Eu faço de conta que faço tudo certo e entendo, fazendo de conta, que o restante também está tudo certo”. E assim vocês levavam a vida, sem nunca ter que se aprofundar efetivamente em cada problema, em cada erro.

Aí a grande pergunta: O que é o erro? Qual a base para se dizer: Você errou? Se dependesse do entendimento de vocês, ah, vocês teriam muitas razões para falar. E eu vou resumir o que é um erro numa única frase: Cometer um erro é emanar qualquer sentimento de baixa vibração contra si ou contra alguém. Simples não? É uma pequena frase, mas que retrata exatamente o que nós entendemos por erro. Mas vocês não pensam assim. Vocês acham que podem magoar o outro, falar palavras duras, criticar, julgar e depois um simples tapinha no ombro ou um pedido de desculpas superficial e está tudo certo. Assim vocês têm vivido, na ilusão.

Então o que a Luz está fazendo chegando a esse planeta? Derrubando os véus, tornando o seu mundo real, o que ele efetivamente é, o que cada um efetivamente é. As máscaras estão caindo. Então aqueles que se colocavam atrás dos véus e que só deixavam transparecer para vocês o lado bondoso, maravilhoso, supostamente benfeitor, hoje o véu caiu e vocês conseguem ver toda a verdadeira face de cada ser. E vocês não viram nada ainda.

As grandes verdades, que tanto colocamos aqui, será exatamente expor aqueles que vocês colocam nos pedestais, aqueles que vocês amam, que vocês idolatram, que vocês brigam e morrem por eles; iremos mostrar que é tudo uma farsa, iremos mostrar os verdadeiros sentimentos de todos eles. Por que tem irmãos que passam fome e por que tem irmãos que nadam na riqueza? Isto está correto? Ah, na mente de alguns sim, está corretíssimo. Não estou aqui julgando e nem colocando todos que têm riqueza no mesmo saco daqueles que são ricos às custas do sofrimento alheio. Existem casos e casos. Então não generalizem.

Estamos falando dos grandes poderosos do planeta, que manipularam e escravizaram a civilização humana em proveito próprio. Então vocês saberão quem são, vocês saberão as verdadeiras histórias, o que aconteceu no seu planeta e o que ainda acontece hoje. E vocês se revoltarão, porque perceberão que foram tolos e que foram enganados por tanto tempo, e que não perceberam nada. Como se deixaram enganar tão fácil? Então eu respondo: havia véus nos seus olhos, então você nada via. Este mundo era um mundo de ilusão.

Então não se culpem, não se julguem, não se autoflagelem por terem sido tolos. Vocês foram levados a isso, a uma grande atmosfera de ilusão, que hoje ela não existe mais. Hoje existe a verdade. O que falta cair são as máscaras, ainda existem muitas máscaras e são essas que causarão todo o rebuliço que ainda virá por aí. Mas em nenhum momento, nenhum de vocês deve se culpar, deve se julgar, deve se achar horrendo. Era o que vocês viam, foi o que vocês aprenderam. E aí haverá um tempo em que vocês poderão analisar cada erro e olhar para ele profundamente, compreendê-lo e aprendê-lo, e isto os colocará no caminho da evolução.

Mas este será o caminho de cada um. Haverá aqueles que não quererão este caminho; gostam do que vivem, preferem viver na ilusão e preferem viver na violência, na maldade, no desamor… isto também será respeitado. Então o momento não é de culpar nem julgar ninguém, o momento é apenas de ver a verdade. A grande sabedoria do momento é admitir seus próprios erros, é olhar para eles com Amor, não com raiva. Por que com raiva? Você foi levado a tudo isso. Então, agora o que você precisa fazer não é se autojulgar, não é se autopunir; o que é preciso ser feito agora é aprender, é compreender para evoluir. E a cada aprendizado, um passo novo será dado à frente, é isto que acontecerá em breve.

Não cabe a você o autoflagelo, cabe o autoconhecimento, a admissão dos seus erros, mesmo que tenham sido provocados, admiti-los, não tem outro caminho. E ir aprendendo pouco a pouco, a seguir novos caminhos. Então volto ao que eu disse lá no início: Muitos acham que não fazemos nada, mas não há o que fazermos em relação a cada um de vocês. Este aprendizado é de cada um, é a caminhada de cada um, não podemos intervir, não podemos amenizar. Podemos sempre ajudar a encontrar o caminho certo.

Porque aquele que escolhe a evolução, tem a nossa ajuda e estaremos contribuindo para que evolua cada vez mais, este é o nosso papel. Mas não podemos livrá-los dos entendimentos e dos aprendizados, das lições.

Então, por mais que pareça que nada fazemos, não podemos fazer nada em relação a vocês. Tudo o que vocês passaram e ainda passarão, depende da caminhada de cada um, depende do que cada um plantou e cada um terá a sua colheita. Mas a única coisa que esperamos é que vocês nunca se esqueçam, que a sua volta estamos nós, sempre prontos para lhe ajudar, basta um pedido, basta um chamado e faremos o que for possível. Porque muitas vezes vocês nos pedem o que não podemos fazer, que é interferir no seu livre-arbítrio, mas sempre que podemos, fazemos. Nunca se esqueçam disso.

E acreditem, todos os véus estão praticamente no chão, falta agora caírem as máscaras e em breve, muito em breve, todas cairão. E aí sim, será o recomeço, será um Novo Mundo, um novo caminho, novas escolhas que cada um de vocês fará, com ou sem a nossa ajuda. Cada um de vocês terá que fazer.

E encerrando este conjunto de vídeos de ajuda. Não se esqueçam de colocar o copo com água, ao lado da cama antes de dormir e peçam: Saint Germain! Energize esta água com seu Raio Violeta! E eu o farei. E se quiserem a minha ajuda, basta pedir: Saint Germain! Me energize com seu Raio Violeta, me ajude a transmutar tudo em Amor e Luz! E eu também o farei.

Estes vídeos se encerram aqui, pois eu fecho os Sete Mestres. Agora vocês podem fazer quando quiserem, desde que façam sempre na sequência. Não tem problema pular um dia, dois, façam sempre na sequência, não pulem a sequência. E façam sempre que tiverem vontade. É importante neste momento, que possamos proteger cada um de vocês.

Posts recentes

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Minha Experiência

Carrinho de compras